quinta-feira, 8 de setembro de 2011

reencontro

http://www.youtube.com/watch?v=q84smaU7jzM

É ele, eu não tenho duvidas. Mas o que ele poderia estar fazendo aqui? não faz o menor sentido. Deve der uma alucinação da minha mente carente. De novo? De novo dentro de um onibus? Será que nosso destino era sempre nos reencontrar num onibus? Tá certo que esse era um onibus normal, e da primira vez era um onibus escolar... mas mesmo assim... de novo estávamos sentados frente a frente como se o destino insistisse em nos reunir. Eu não vou dizer oi, fico com vergonha, vermelha que nem camarão. Ele nem insistiu, deve tá pensado que se confundiu. Mas vai que não é ele? Não... é ele sim. Obivio que nem da outra vez.
Da outra vez eu tinha falado com ele? Não, ele que tinha falado comigo... eu lembro de ter contado isso pra minha melhor amiga da época... falando nela Deus me livre em, ela nem fala mais comigo hoje... que falsa... nossa to saindo do assunto.
Ele ta me olhando, acho que reconheceu. Vou pegar um livro dentro da bolsa. Droga eu não trouxe nada! Vamos ver um livro de faculdade. Hum deixe-me ver... Livro Ilustrado sobre a vida de Willian Turner. Não esse não, ele vai achar que eu tenho três anos e sou apaixonada por piratas do caribe. Porque eu não tenho nenhum livro de calculo? eu ia parecer bem inteligente...
"Oi, estou em duvida se é você mesmo, mas a gente não se conhece?"
Jesus! ele falou comigo. Ele me reconheceu.
"Heeee" eu emiti um som... desconhecido, estranho, sem noção mas era uma resposta. Ou não?
"não ia falar comigo não?"
Toma essa otaria! Aliais aproveita que a gente tá em cima da ponte e se joga!
"não te reconheci" nem me preocupei em arrumar outra mentira mais convincente
"sei..." ele duvidou "a gente se vê por ai" ele disse enquanto fazia menção de levantar segurando na cadeira da frente com o anelar da mão direita com uma aliança de compromisso tão grande e reluzente que eu achei que ia me cegar.
"ée talvez num ônibus de novo" eu falei, ainda bem que ele não ouviu. Por isso que pessoas como eu acabavam sozinhas: Nem tchau eu dei... que educado da minha parte.
Ah depois eu me desculpava on line. eu era muito mais educada usando as teclas do que as palavras. Por que pessoas são tão difíceis?? ou era eu que era estranha... será que ele lembrava mesmo de mim? será que ele me achou mal educada? me perdi nos meus pensamentos e aflições e quando olhei pra trás meu ponto passava pela janela sem q eu tivesse decido.... Drogaaa!!!!

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Tive que rir com seus pensamentos.
    Quem é o rapaz misterioso, posso saber? risos

    ResponderExcluir