segunda-feira, 22 de novembro de 2010

uma cena que não vai acontecer....

Ela correu e o abraçou fortemente.

- desculpa - ela sussurrou.

Ele a afastou com delicadeza, e fitou calmamente os olhos dela cheios de lágrimas, como se disse "eu te perdoo mas, desculpe, eu não posso fazer promessas".

Ela sem ação apenas fitava aquele rosto lindo que ela se acostumara a ter do seu lado. Ele colocou os cabelos dela atrás da orelha e esboçou um pequeno sorriso encorajador. Ela nada fez.

Eles podiam ficar assim a eternidade se uma lágrima não escorresse dos olhos dela. Ele passou a mão pela bochecha dela tomando a gotinha em suas mãos. Ele a pos na boca e brincou "é salgadinha". Ela forçou um sorriso.

Ele a abraçou de novo. E sussurrou: E se eu te dissesse que preciso de ti um pouco mais?

- Ai eu seria a mulher mais feliz do mundo, mas apenas por instantes, até que tudo voltasse a ser como agora e meu coração se partisse novamente.

Ele segurou as mãos dela.

- Mas eu jamais recusaria um décimo de felicidade, mesmo que o preço fosse mais lágrimas...

Ele a beijou, e eles ficaram assim, fazendo da alegria um descanso para os corações cansados de amar. E naquele momento não haveria lágrimas, nem pensamentos futuros.

3 comentários:

  1. essa história é incrível-mente encantadora.. está de parabéns... tenho minhas dúvidas, mas acho que pertence à iza. risos!

    ResponderExcluir
  2. ée meu mesmo =D
    vlw thais... fico felissima com um elogio seu =D

    ResponderExcluir